O Mistério da Grande Pirâmide

terça-feira, 14 de outubro de 2008

 


QUEÓPS - Segredos e Utilidades

Quéops e As Pirâmides de Gisé


A palavra Pirâmide vem do grego "pyr", que quer dizer "fogo" e "amid", que significa "no centro".
As únicas de entre as chamadas 7 maravilhas do Mundo Antigo que ainda persistem na actualidade são a Pirâmides de Gizé, grupo de três pirâmides denominadas de Kufu (ou Queóps), Quéfren e Menkaure (ou Miquerinos) - pai, filho e neto.


- As Três Pirâmides de Gisé-


Destas três a maior e mais misteriosa de todas é Grande Pirâmide, ou Pirâmide de Quéops, que localizada no Egipto fica a aproximadamente 10 milhas da cidade do Cairo.


- Pirâmide de Queóps ou Khufu-

A Pirâmide de Quéops (ou Khufu), diz-se ter sido construída para ser a tumba do Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2551 a 2528 a.C., e sendo a maior das três sua altura era de 146,6 metros, pelo que actualmente é de 137,16 m com uma massa de 31.200.000 toneladas.

- Faraó Khufu-

Sabe-se que era externamente revestida com pedra calcária polida, o que a fazia brilhar quando a luz do sol incidia tornando-a visível a quilómetros de distancia. Tal revestimento foi saqueado há séculos, sendo que apenas uma fracção dele sobrou, no topo da construção.

- Apenas o topo resta do revestimento de pedra calcária-


Foi durante milénios a construção mais alta já feita pelo homem, e só foi superada com a construção da torre de Lincoln (uma torre de Igreja), em 1311, que tinha 159 metros de altura. Porém esta torre foi destruída em 1549, pelo que depois disto a Grande Pirâmide só voltou a ser superada em 1889, com a inauguração da Torre Eiffel.


Sabedoria e Segredos


No entanto, para além de sua localização e história mais moderna muito pouco mais se sabe a seu respeito. A afirmação de que ela teria sido construída para servir de câmara mortuária para o Faraó não tem grande sustentação, porque nunca foram encontrados múmias ou tesouros no seu interior.Então, como foi construída? E com que intenção?Até hoje ninguém conseguiu encontrar uma explicação convincente para os mistérios que envolvem a Grande Pirâmide. Alguns estudiosos defendem a ideia de que ela teria sido erguida como instrumento e local de iniciação.


Projectada com base numa geometria hermética, demonstra uma sabedoria que ainda não atingimos. A Pirâmide de Quéops encontra-se orientada para os quatro pontos cardeais, limitando o Delta do Nilo (local onde orio Nilo desagua no mar Mediterrâneo através de vários canais) geometricamente com o prolongamento das duas diagonais e dividindo-o em duas partes iguais seguindo o eixo da pirâmide, ou seja: medindo a vara egípcia 0,525 metros, o lado da base da pirâmide tem 440 varas e a sua altura é de 280 varas.Existem duas hipóteses para a origem dos 2.600.000 blocos gigantescos que formam a Pirâmide. Uma é a de que eles foram recortados das várias pedreiras, lapidados, transportados através de barcos no rio Nilo, e colocados e unidos com exacta precisão milimétrica. Outra hipótese diz que estas pedras eram sintéticas.Na verdade, tecnicamente, não somos capazes de polir e montar os blocos de calcário e granito com a perfeição com que eles formam as suas paredes. E como foram transportados, se alguns pesam até 70 toneladas?

- Uma das pouco credíveis teorias para o transporte destas pedras-



Tudo parece indicar a participação de uma civilização mais avançada, ou de seres dotados de inteligência privilegiada. Se não observemos a precisão desta espectacular construção:* Ao invadir o Egipto, Napoleão Bonaparte pediu a seus técnicos que traçassem o mapa do país conquistado. Tomando a Grande Pirâmide como meridiano para marcar longitudes, eles descobriram que:a. O meridiano escolhido passava exactamente na região do Delta do Rio Nilo, dividindo todo o baixo Egipto em duas partes iguais.


- Queóps divide o Alto do Baixo Egipto-

b. Duas linhas diagonais, perpendiculares entre si, a partir da Pirâmide, delimitam toda região do Delta do Nilo.

- O Delta do Rio Nilo delimitado pelas linhas que, tendo ambas 160 milhas de comprimento vão ao encontro, respectivamente, das cidades de Alexandria e Porto Said-

c. A posição geográfica da Pirâmide pode ser utilizada como meridiano central do globo terrestre, sendo sua localização a longitude zero natural do mundo. A superfície das terras compreendidas a leste da Pirâmide é igual à superfície de terras a oeste.

- Queóps e a longitude Zero Terrestre-



d. Os quatro lados inclinados da Grande Pirâmide estão alinhados com os quatro pontos cardeais da bússola.

- Cada lado da pirâmide aponta na direcção de um ponto cardial-

* O teorema de Pitágoras e de Hidarco, que surgiram apenas nos séculos II. e V A.C. respectivamente, entram nos cálculos da Pirâmide, assim como o próprio valor de Pi (3,1416), quando suas aplicações no Egipto datam de 1700 A.C., bem após a sua construção.



* Sabe-se ainda que as principais câmaras da pirâmide se encontram direccionadas para algumas das constelações mais importantes.

* A inclinação de 51º 51' da Pirâmide corresponde à mesma das aproximadamente 60.000 células piramidais do nosso sistema nervoso central.

- A amarelo as células piramidais do Sistema Nervoso Central -


A Força da Forma


As pesquisas e descobertas feitas em torno da Grande Pirâmide continuam a surpreender o Homem que, com base nas mesmas, começa a reconhecer o facto de as energias emitidas por esta ‘forma perfeita’ possuírem a capacidade de actuar sobre objectos e seres vivos.São bases sustentadoras dessa conclusão os seguintes acontecimentos:1. Animais mortos, encontrados pelo francês Bovis na Câmara do Rei, no interior da Pirâmide, não estavam deteriorados, mas sim desidratados e mumificados. Em seus relatórios sobre o assunto, Bovis falou de campos de energia, que actuariam também na preservação de alimentos.2. Trabalhos do técnico de rádio e televisão de origem checa Karel Drbal levaram-no a concluir que existe uma relação entre a forma do espaço interior da Pirâmide e os processos físicos, químicos e biólogos que ali ocorrem, e que estes podem ser acelerados ou retardados com a utilização de formas adequadas. Ele conseguiu fazer de 80 a 100 barbas, utilizando uma única lâmina, que havia sido colocada numa réplica da Grande Pirâmide.3. O professor e técnico francês de rádio L. Turene afirmou em seu livro "Ondas Providas das Formas" que objectos como pirâmides, cones, esferas e cubos atuam como captadores e ressonadores das energias do Universo.4. Experiências realizadas com formas piramidais obedecendo às proporções de Quéops e orientadas, como ela, seguindo a linha norte - sul da bússola, mostraram resultados como purificação da água, crescimento acelerado de plantas, aceleração na germinação de sementes e no processo de cura de doenças em seres vivos, alívio de dores e aumento da facilidade de relaxamento e meditação, entre outros.

- Sistema de energização da Pirâmide de Queóps-



- Energização de elementos usando a pirâmide feita à escala-



- Meditação no interior da Pirâmide-

Porque é que os campos de energia atuam diferentemente, dentro e fora da pirâmide?A física moderna tem demonstrado que nós também somos energia isto é, estados vibratórios. Habituemo-nos a raciocinar menos em termos de matéria e mais em torno do conceito de campo magnético, e vamos observar que vivemos cercados de energia e de que tudo actua simultaneamente.



PIRÂMIDE POR DENTRO



Seção transversal da Grande Pirâmide de Gizé. Calculou-se que esta Pirâmide contém mais alvenaria sólida do que todas as catedrais, igrejas e capelas construídas na Inglaterra desde a época de Cristo.

A. Entrada.B. Galeria descendente.C. Câmara do Caos ou câmara subterrânea.D. Canal de Serviço onde se encontra o Poço.E. Galeria ascendente.F. Câmara da Rainha.G. Canais de ventilação.H. Grande Galeria.I. Antecâmara.J. Câmara do Rei.K. Câmara de descarga.



CÂMARA DO REI


Detalhe da Câmara do Rei. O Aposento tem 34 pés de comprimento, 17 de largura e 19 de altura. As paredes, chão e tecto são de granito vermelho polido, capazes de gerar electricidade.



A ESCALA


AF = h (Altura da pirâmide)AB, AC, AD, e AE = a (Arestas da pirâmide).AG = a' (Apótema) (altura do triângulo da face)BC, CD, DE e BE = b (Base da pirâmide).



Algumas aplicação das cores no tratamento pela Pirâmide

PIRÂMIDE VERMELHA


É a cor representativa da energia física. Estimula o sistema nervoso. Tem efeito vitalizante, excitante e revigorante. É usada em casos de depressão, desânimo, cansaço, anemia, e fraqueza. Mantém o fluxo de adrenalina, eleva a pressão sanguínea e o ritmo da pulsação. Actua nas mulheres com menstruação deficiente e nas constipações. Atenua temores e preocupações, porque proporciona também rigor psicológico. Porém o abuso desta cor leva aos seus opostos: à ambição e à força bruta, às inflamações e às febres, à inquietação e à tensão nervosa.



PIRÂMIDE LARANJA


É a cor do bem-estar e do equilíbrio. Está situada entre o rigor do vermelho e o intelecto do amarelo, levando a uma acção temperada pela razão. Fornece energia para os desafios da vida, deixando que as ideias novas penetrem, trazendo esclarecimento e libertação e removendo as inibições. Indicada para os casos de doença mental (como catatonia), e para as tensões emocionais. É usado também para hemorróidas, problemas de rins e pulmões (asma, bronquite). O laranja permite penetrar fundo nas situações, mas o seu uso exagerado pode levar a excessos de críticas, à exigência de um equilíbrio perfeito, o que pode conduzir à indecisão, à timidez e à susceptibilidade.


PIRÂMIDE AMARELA


Representa a razão, a compreensão e o autocontrole. Afecta o sistema nervoso, ajudando os deprimidos, mas levando à fantasia e ao descuido do corpo físico e do lado prático da vida. Bem utilizado, o amarelo desperta e estimula as faculdades mentais, irradia alegria e optimismo, e afasta os pensamentos negativos. É indicados em casos de depressão e letargia mental, problemas de estômago (má digestão), intestinos (prisão de ventre) e fígado. É uma cor inspiradora, sintonizada com o intelecto, que distribui sabedoria e facilita o uso da palavra. O amarelo traz diversidade e originalidade, mas leva a uma necessidade de mudança constante, que pode degenerar em superficialidade e dispersão de energia.



PIRÂMIDE VERDE


Traz a natureza e o equilíbrio. No espectro solar, centraliza-se no meio das duas extremidades (vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil, violeta). Agradável, relaxante, refrescante, representa a vida com a renovação trazida pela primavera. É a cor da assepsia, recomendada para uso nos hospitais. É·indicada para o tratamento de úlceras, dor de cabeça, hipertensão, insónia, e acalma a tensão dos músculos e dos nervos. Inclui a alegria do amarelo e a tranquilidade do azul. Prefere a segurança e a organização às novidades, e seus aspectos negativos são a rotina, a falta de imaginação, a rigidez de princípios, o dogmatismo e a tendência a fazer as coisas a seu modo, custe o que custar.



PIRÂMIDE AZUL


Traz consigo a força espiritual. Calmante, tranquilizante, alivia os nervos perturbados e facilita a introspecção; acalma a angústia e as agonias, e induz à busca interior e ao auto-conhecimento. Traduz o amor e a beleza, e ajuda a viver com mais facilidade. Os pontos negativos da cor podem levar à preguiça e à apatia, ou à inconstância devido à sua busca de emoções. Tem efeito terapêutico nos problemas de visão, nas dores de ouvido, de garganta, nas laringites, doenças infecciosas, gastrite e queimaduras.



PIRÂMIDE ANIL


Cor da intuição é a busca espiritual mais sintonizada com a realidade da vida. Leva à compreensão, alivia as frustrações e medos unindo, no homem, o lado espiritual e o material. Artístico, idealista, leva à busca da justiça e da harmonia, valoriza a vida familiar, o lar, os filhos. Mas também tem seus aspectos negativos: ele pode decidir viver só para si, transformar o seu desejo inato de ser útil em intromissão e inconveniência, o que o tornam incapaz de ajudar até a si mesmo. Para tratamento, é recomendado nos males dos olhos, ouvidos, nariz e garganta, nas doenças dos pulmões e nas febres.


PIRÂMIDE VIOLETA


Representa o elemento mais elevado da natureza do homem. Vai além da percepção espiritual do azul e da compreensão da realidade do anil: não aceita as aparências, vai a fundo em todas as situações e procura vincular conscientemente o conhecido ao desconhecido. Busca o verdadeiro significado da vida, e esforça-se por alcançar a perfeição. É também calmante e alivia as neuroses já que traz a compreensão consciente que dá as bases da razão à fé. Serve como iluminado, trazendo para a humanidade obras-primas de arte, de pensamentos e realização. É indicado nas nevralgias, na dor ciática, nos males do couro cabeludo, nas doenças dos rins e bexiga, no reumatismo, nas doenças mentais e na insónia. Seu aspecto negativo está no excesso de espiritualidade, que pode levar à fuga através da fantasia.



*****************************************************************

0 comentários: